terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Secretaria de Educacao a Distancia (SEED) é extinta do Ministério da Educação (MEC)

A extinção da Secretaria de Educação a Distância do Mec foi anunciada em janeiro de 2011 pela presidência da república. Para o diretor de Educação a Distância (EaD) da Universidade de Anhanguera , José Manoel Moran, essa foi uma medida prematura, pois aumenta o risco da modalidade ficar em segundo plano devido a outras necessidades do Ministério da Educação (MEC). Os projetos da extinta secretaria migraram para a Secretaria de Educação Básica ou de Ensino Superior. Segundo o MEC, com o crescimento da modalidade, a ideia é que ela passe a ser gerida pelas secretarias convencionais, com o mesmo tratamento para as modalidades presenciais e a distância.

As matrículas de nível superior em educação a distância cresceram 158 vezes entre 2000 e 2009, passando de 5.287 no primeiro ano para 838.125 segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Para o professor Moran, uma das principais vantagens da educação a distância é seu potencial de democratização do ensino superior, possibilitando que alunos que moram no interior tenham um ensino de qualidade sem a necessidade de se dirigir à capital ou cidades maiores.

Outra informação importante é a formação de professores, pois metade das matrículas em educação a distância são em cursos de licenciatura.

Para mais informações veja a matéria completa aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário